St-Exupéry Obra

Os textos referentes à biografia e a obra de ST EX foram traduzidos e adaptados do conteúdo do site oficial sobre o autor: www.antoinedesaintexupery.com por Mônica Cristina Corrêa, com revisão de Cláudio Dutra.
As fotos pertencem igualmente ao acervo da Succession Saint Exupéry.

31 / 07 / 13 - 18 h 50 min

O Destino de Joseph-Marie Le Brix de José Le Boucher (1932)

Desculpe-nos, mas este texto esta apenas disponível em Francês.

15 / 12 / 12 - 17 h 32 min

O Aviador (1926)

O primeiro texto publicado de Antoine de Saint-Exupéry é uma novela intitulada “O aviador”. Saiu em 1º de abril de 1926 na revista Le Navire d’Argent, dirigida por AdrienneMonnier. Por iniciativa dessa publicação, Jean Prévost, secretário de redação da revista, é seduzido ela narrativa dos voos de Saint-Exupéry, que ele encontrara no salão literário de Yvonne de Lestrange…

14 / 12 / 12 - 16 h 17 min

Correio Sul (1929)

Publicado em 1929, Correio sul é o primeiro livro de Saint-Exupéry. Desde então, seu destino mudaria. O jovem autor, que tinha dúvidas sobre sua vocação, entrava com o pé direito no mundo das Letras. E, como observou bem Umberto Eco, ficava difícil saber “se ele voava para escrever ou se escrevia para voar”…

13 / 12 / 12 - 16 h 26 min

Voo noturno (1931)

Escrito durante o período em que Saint-Exupéry viveu na Argentina, Voo noturno teve uma acolhida entusiástica dos leitores desde que saiu, em 1931. Aclamado pela crítica, recompensado por prêmios literários na França e nos EUA, o livro consagrou Antoine de Saint-Exupéry como dos maiores escritores de sua geração.

12 / 12 / 12 - 16 h 33 min

Terra dos homens (1939)

A vida de piloto e as reportagens que fez para diferentes jornais forneceram a Saint-Exupéry a matéria de seu terceiro livro, Terra dos homens. Publicado em fevereiro de 1939, o livro conquistou o Grande Prêmio do Romance da Academia Francesa, ainda que não seja um romance. Nos EUA, Wind, Sand and Starsfoisaudadopela American Booksellers Association…

11 / 12 / 12 - 16 h 41 min

Piloto de Guerra (1942)

ComPiloto de guerra, Antoine de Saint-Exupéry oferece seu testemunho perturbador da derrocada da França em junho de 1940. O livro foi publicado primeiramente nos Estados Unidos, em fevereiro de 1942, simultaneamente em francês e inglês, com o título de Fligthto Arras. Na França, a obra sai no final de 1942, antes de ser proibida e impressa clandestinamente…

10 / 12 / 12 - 16 h 44 min

O Pequeno Príncipe (1943)

Conto poético, O Pequeno Príncipe foi inicialmente publicado nos EUA, em abril de 1943, depois na França em 1946. Hoje é um fenômeno editorial, a obra de literatura francesa mais lida e mais conhecida no mundo. Serve como ferramenta à salvaguarda de dialetos ameaçados de extinção. Paradoxalmente, é também um dos melhores veículos da língua francesa.

9 / 12 / 12 - 16 h 49 min

Carta a um refém (1943)

Antoine de Saint-Exupéry redige Carta a um refém durante seu exílio nos Estados Unidos, em 1942. Sob a forma de carta, Saint-Exupéry a endereça a um amigo que ficou “refém” numa França ocupada, perseguido em seu país, que já não consegue deixar. Por meio de uma demonstração de amizade enviada ao amigo que sofre, seu texto homenageia a França.

8 / 12 / 12 - 17 h 37 min

Cidadela (1948)

Saint-Exupéry designava Cidadela como sua obra póstuma. Esboçado desde 1936, o texto foi elaborado paralelamente aos últimos livros publicados quando o autor era vivo: Terra do homens, Piloto de guerra, O Pequeno Príncipe. Reunidas numa valise, as folhas escritas em vários anos formam uma antologia de reflexões sobre a condição do homem e sua ligação com Deus.

6 / 12 / 12 - 17 h 44 min

A dançarina Manon e outros textos inéditos (2007)

Nos anos 1920, Antoine de Saint-Exupéry redigiu um texto que considerava suficientemente acabado para mostrar a suas amigas Louise de Vilmorin e Renée de Saussine. Principalmente, oferece à leitura de Jean Prévost, crítico literário na Nouvelle RevueFrançaise e secretário de redação na revista Le Navire d’argent, com a esperança de que seja publicado…

5 / 12 / 12 - 16 h 57 min

Artigos publicados na Revista Marianne (1932-1939)

Antoine de Saint-Exupéry começou sua atividade jornalística em 1932, publicando seus primeiros artigos na revista Marianne, então recém-criada por Gaston Gallimard. Ele narra suas primeiras experiências de piloto e dá notícias da companhia de aviação Aéropostale. Essa atividade lhe proporciona melhorar suas catastróficas finanças.

4 / 12 / 12 - 17 h 08 min

Artigos consagrados a Jean Mermoz (1936-1837)

Desde 1933, Antoine de Saint-Exupéry escrevia artigos sobre Jean Mermoz, suas façanhas e, enfim, seu desaparecimento em 1936. Lembra sua história e delineia o perfil de um homem engajado, ardente, corajoso e de grande nobreza.

Jean Mermoz (1901-1936) era piloto de recordes. Contratado em 1924 pela companhia Latécoère, foi um dos pioneiros a voarem sobre o deserto e entregarem o correio na linha Casablanca-Dacar. Na América do Sul, abriu a rota Buenos-Aires-Santiago sobre os Antes e fez experiência de voos noturnos. Tentou as primeiras travessias do Atlântico Sul de hidravião. Em 7 de dezembro de 1936, desapareceu com sua tripulação no comando do hidravião CroixduSud, atravessando o Atlântico.

3 / 12 / 12 - 17 h 14 min

Moscou (1935)

Em 2 de maio de 1935, um tratado franco-soviético de cooperação mútua foi assinado em Paris, depois da visita do então Primeiro Ministro francês, Pierre Laval, a Moscou, de 13 a 15 de maio de 1935. O jornal de maior tiragem da imprensa francesa, o Paris-Soir, cobriria o fato. Dono do jornal, Hervé Mille, incumbiu Antoine de Saint-Exupéry de fazer uma reportagem naquele território isolado do resto do mundo, no país da revolução bolchevique, do poder dos operários e dos camponeses.

2 / 12 / 12 - 17 h 20 min

O Voo Interrompido (1936)

Antoine de Saint-Exupéry reservou ao jornal L’Intransigeant a exclusividade de seu raide Paris-Saigon. Reagrupados sob o título de “Voo interrompido, prisão de areia”, seis artigos foram anunciados na primeira página e tiraram o fôlego dos leitores do jornal de grande tiragem. A experiência no deserto lhe deu uma matéria romanesca em que suas ideias se manifestam com brilhantismo.

1 / 12 / 12 - 17 h 24 min

Reportagens sobre a Guerra da Espanha (1936-1937)

As reportagens de Antoine de Saint-Exupéry sobre a guerra da Espanha são fruto de duas viagens realizadas entre 1936 e 1937. Em agosto de 1936, o jornal L’Intransigeant o enviou a Barcelona e publicou uma série de cinco artigos sobre o tema da Espanha ensanguentada. Em maio de 1937, foi o jornal Paris-Soir que o enviou a Madri, onde havia fracassado o assalto das tropas nacionalistas. Estas mudaram de estratégia e abandonaram a capital para ocuparem-se de outros bolsões de resistência republicana. Na cidade, a defesa se organizava em vista dos ataques iminentes. Saint-Exupéry foi ao front de Carabanchel, mantido pelos republicanos. Em seu retorno à França, o jornal publicou três artigos sobre Madri, em junho de 1937. O de 26 de junho de 1937 foi ilustrado com a fotografia “Morte de um soldado republicano”, de Robert Cappa, hoje símbolo da guerra da Espanha…